terça-feira, 9 de junho de 2015

Land Rover Série 1 1951

Land Rover Série 1, esse especificamente é de 1951. Usava motor Rover de 4 cilindros em linha com comando de válvulas no bloco, mas as válvulas de admissão ficavam no cabeçote e as de escape no bloco, disposição conhecida como "cabeçote em F" ou ainda IOE (Intake Over Exhaust - admissão acima do escape), com opções entre 1.6L (apenas de 1948 a 1951) e 2.0L (a partir de 1950). Em 1957 foi introduzida uma versão com motor Diesel de 2.0L mas já trazendo todas as válvulas no cabeçote.

O modelo foi desenvolvido para ser produzido por um período de 2 a 3 anos apenas para capitalizar a Rover depois da guerra e conseguir contratos de exportação, mas o sucesso comercial encorajou a continuidade da produção e de subsequentes evoluções que iam do Série 2 de 1958 até o Defender de 1985, mas sem perder a essência daquele projeto com pretensões utilitárias que deu origem a uma lenda.
Na parte frontal da cabine haviam 3 assentos individuais, enquanto atrás haviam 2 assentos laterais para mais 4 passageiros.



6 comentários:

  1. Conheço um senhor que tem dois desses Land antigos, um rodando a gasogenio e com um implemento de serrar lenha instalado, acho fantástico esses jipes.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esses modelos contavam com a tomada de força como opcional, exatamente para acionar implementos e suprir as funções tanto do trator quanto da caminhonete. Quanto ao gasogênio, pode-se dizer que é uma preciosidade tendo em vista que não se regulariza mais esse tipo de adaptação (mas quem fez antes tem assegurado o direito de rodar com gasogênio até o sucateamento do veículo).

      Excluir
  2. Estou procurando para comprar.

    ResponderExcluir

Por favor, comente apenas em Português ou em Espanhol.

Please, comment only in Portuguese or Spanish.
In doubt, check your comments with the Google Translate.

Since July 13th, 2011, comments in other languages won't be published.