quarta-feira, 6 de novembro de 2013

Momento nostalgia: Fiat Siena 6 marchas

Primeiro carro "popular" a ser oferecido com câmbio de 6 marchas no mercado brasileiro, o Fiat Siena 6 Marchas foi introduzido em 1998, quando ainda era feito em Córdoba (Argentina), com as relações de marcha mais adequadas ao esforço adicional sobre o modesto motor 1.0L em comparação com o de 5 marchas usado em outras versões do Siena com motores 1.5L e 1.6L lançadas no ano anterior.
Contava com diferencial e 1ª marcha mais curtos para favorecer a agilidade nas arrancadas, e foi tomado como referência o câmbio do Fiat Punto europeu contemporâneo devido às faixas de potência e torque próximas (61cv e 8,1kgfm para o motor Fiasa 1.0L do Siena e 55cv e 8,6kgfm para o FIRE 1.1L do Punto). No ano seguinte, o mesmo conjunto seria usado na Fiat Palio Weekend 6 Marchas.
Permaneceu em produção até finais do ano 2000, quando após passar pela 1ª reestilização o Siena passou a ser oferecido com um motor FIRE 1.0L de 16 válvulas e o câmbio de 6 marchas deixou de ser oferecido. Ironicamente, no final de 2001 vinha a opção pelo FIRE de 8 válvulas de 55cv e 8,5kgfm, mas o câmbio de 6 marchas havia sido relegado ao passado.

Embora fosse a versão mais modesta do Siena, estava disponível com diversos pacotes de equipamento que não deixavam a desejar em comparação com as versões de motor mais avantajado, e serviu como base até para a versão 500, identificada pelo logotipo com 5 estrelas nos paralamas dianteiros, comemorativa aos 500 anos do descobrimento do Brasil.

Um comentário:

  1. Vi um desses numa loja de carros usados num bairro de periferia a uns dias atrás. Acho até absurdo a Fiat não usar mais esse câmbio, principalmente agora que tem aquele Grand Siena bem mais pesado e que força mais o motor.

    ResponderExcluir

Por favor, comente apenas em Português ou em Espanhol.

Please, comment only in Portuguese or Spanish.
In doubt, check your comments with the Google Translate.

Since July 13th, 2011, comments in other languages won't be published.