segunda-feira, 6 de janeiro de 2014

E se Mad Max fosse brasileiro?

A princípio essa poderia ser "só mais uma F-1000 velha", mas não é mais sempre que se vê uma F-1000 do modelo feito até '92 em bom estado de conservação, principalmente quando a carroceria original já tenha sido substituída, nesse caso por uma flatbed com estrutura tubular e assoalho em alumínio lavrado, contando ainda com um headache rack, acessório ainda menos usual em caminhonetes brasileiras. A pintura toda preta e essa carroceria chegam a remeter vagamente ao Mad Max, embora o modesto porém eficiente motor MWM D229-4 não chegue a despertar a mesma idolatria que um V8 a gasolina (ou mesmo os V8 de 6.9L e 7.3L de injeção indireta usados nas similares americanas - só depois surgiu o Powerstroke).

Um comentário:

Por favor, comente apenas em Português ou em Espanhol.

Please, comment only in Portuguese or Spanish.
In doubt, check your comments with the Google Translate.

Since July 13th, 2011, comments in other languages won't be published.