sexta-feira, 24 de janeiro de 2014

Suzuki Burgman 125 adaptada para condutores com deficiência física

A economia operacional é uma das características mais apreciadas em uma motocicleta de baixa cilindrada, mas o equilíbrio precário torna-se um obstáculo para quem tenha alguma deficiência física, o que acaba por requerer algumas alterações para proporcionar uma condução mais segura e confortável. Um dos modelos que tem sido mais usado como base para adaptações destinadas a deficientes é o Suzuki Burgman 125 (ou Burgman i na versão mais recente, dotada de injeção eletrônica, caso do exemplar das fotos). O câmbio automático do tipo CVT é particularmente vantajoso por já dispensar modificações ergonômicas que seriam requeridas para acionar uma embreagem e fazer mudanças de marcha, e proporciona alguma comodidade no tráfego urbano, embora no caso dessa adaptação acabe fazendo falta um reversor, especialmente considerando o caso de um usuário paraplégico que não poderia simplesmente empurrar o veículo com os pés para efetuar pequenas manobras. O chassi baixo, típico das scooters, acaba por viabilizar o rebaixamento do assento do condutor a um nível que facilite a transferência do condutor a partir de (ou para) uma cadeira de rodas, ainda que às custas de alguma capacidade de armazenamento de pequenos volumes, e uma pedaleira mais avançada promove o conforto e melhor suporte anatômico às pernas, enquanto o encosto do assento melhora o suporte lombar. A adaptação na Suzuki Burgman é feita pela empresa Sun Trike, de Diadema-SP.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Por favor, comente apenas em Português ou em Espanhol.

Please, comment only in Portuguese or Spanish.
In doubt, check your comments with the Google Translate.

Since July 13th, 2011, comments in other languages won't be published.